Como funciona o financiamento habitacional?
Quando uma pessoa compra um imóvel, uma casa ou apartamento novo ou usado pode financiar o pagamento. Os financiamentos são realizados pelos bancos, que pagam ao vendedor do imóvel a quantia que quem compra quer financiar. A partir daí o comprador deve pagar o banco que quitou sua dívida.

Durante esse período, o imóvel fica ligado à pessoa que fez a compra, mas não pode ser negociado enquanto a dívida com o banco não é paga.


Se você tem ou já teve um emprego com carteira assinada, pode tentar utilizar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na compra de um imóvel. Existem algumas regras para o uso desse dinheiro, mas quem consegue a aprovação tem mais uma ajuda para quitar parte dos custos da compra ou da construção de um imóvel residencial. Confira a seguir se você está dentro das regras do FGTS e se poderá usá-lo na conquista deste sonho.

8 condições para usar o FGTS no financiamento da casa própria

1. É preciso ter trabalhado por pelo menos três anos com carteira assinada (seguidos ou não) para resgatar o fundo e usá-lo na compra do imóvel, mesmo que você não esteja trabalhando com carteira assinada atualmente.

2. Esse dinheiro pode ser utilizado nas seguintes situações: comprar ou financiar um imóvel, adiantar o pagamento das últimas parcelas do financiamento (chamado de amortização), construir uma casa e, em relação ao consórcio de imóveis, dar lances ou complementar o valor da carta de crédito.

3. O imóvel que você pretende comprar precisa estar na cidade em que você mora ou trabalha há mais de um ano.

4. No caso do FGTS para a construção, o dinheiro só será liberado se o imóvel estiver em cooperativa ou consórcio, ou for financiado diretamente com um agente financeiro ou construtora (pessoa física ou jurídica).

5. O imóvel financiado com o FGTS não deve custar mais do que R$ 650 mil.

6. Você não pode ter outro imóvel em seu nome, nem estar pagando por um (pronto ou em construção) no mesmo município em que mora ou trabalha (nem em cidades da mesma região metropolitana).

7. Quando você usa o dinheiro do fundo para quitar parte da dívida, esse valor paga as últimas parcelas do financiamento. Nesse caso, o saldo deverá pagar, no máximo, 80% das próximas 12 parcelas. Por exemplo, se a sua prestação de 12 meses for de R$ 10 mil, ele pode abater até R$ 8 mil (ou seja, a parcela mensal será de R$ 833,33 e o FGTS poderá cobrir até R$ 666,66). E o FGTS será liberado para esse fim somente a cada dois anos.

8. Só é permitido usar o FGTS se o imóvel estiver em seu nome.
Como faço para resgatar o fundo de garantia para financiar a casa própria?

O primeiro passo é procurar um correspondente da Caixa levando seus documentos pessoais e a carteira de trabalho. Caso já esteja em um financiamento, é importante levar também o comprovante de pagamento da última prestação e o contrato.
Uma dica: o saque pode ser feito em qualquer dia do mês, mas o saldo do fundo é corrigido todo dia 10. Então, se preferir, peça para que o pagamento seja feito após essa data.

Conte com o apoio da Pontual Imobiliária que é especializada em financiamento imobiliário e irá ajudar a facilitar a vida de quem procura um financiamento. Além de contar com um atendimento especializado, você envia a documentação para apenas um local que reencaminha para diferentes bancos. Com isso, você pode receber propostas de diferentes bancos com muito menos trabalho do que ir em várias agências bancárias.

Entre em contato conosco agora mesmo: 94 – 98101-5145 ou 99253-0926